Nosso Blog

O que é Plano de Desenvolvimento individual (PDI) e como desenvolver?

 

 

Investir no desenvolvimento humano, já é uma grande meta para as organizações preocupadas com o futuro. Segundo a empresa de consultoria Gartner que entrevistou 500 líderes de RH 💡 em 60 países, as prioridades para o RH em 2022 são:

 

🚀desenvolvimento de habilidades e competências críticas (59%);

🚀modelo organizacional e de gestão (48%);

🚀cultura organizacional (45%);

🚀futuro do trabalho (42%);

🚀diversidade, equidade e inclusão (35%).

 

Por esse motivo, além do investimento em educação corporativa, os profissionais de RH e gestão de pessoas precisam construir e implantar uma ferramenta estratégica: o plano de desenvolvimento individual (PDI)

 

O PDI é um instrumento de desenvolvimento de pessoas, ele serve para avaliar e ponderar os pontos fortes e fracos de dentro da organização, bem como orientar o desenvolvimento das habilidades e competências necessárias. 

 

Afinal, como mostram as pesquisas recentes tanto da consultoria Gartner quanto da Delloite,  quem desenvolve seus profissionais continuamente tem mais chances de obter resultados satisfatórios num curto período de tempo. Dado que, o sucesso de uma organização no futuro é completamente dependente do engajamento e da motivação dos colaboradores. 

 

Veja aqui:O que é Employee Experience e como realizar na minha empresa?

 

Neste quesito, o plano de desenvolvimento individual é um grande diferencial já que a empresa consegue alinhar suas metas com a dos seus colaboradores, estrategicamente, e permite que eles cresçam tanto na vida pessoal, quanto na profissional. 

 

Mas quais os impactos do plano de desenvolvimento individual no dia a dia das organizações? 

 

Neste artigo você vai conferir a resposta para essa e para as questões a seguir: 



O Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) 

 

Como dito, o PDI é um mecanismo estratégico de desenvolvimento de pessoas. Esse planejamento serve como um termômetro que mede o grau de competências e habilidades dos colaboradores. 

 

É através do PDI que a organização passa a alinhar seus objetivos e realizar planos de ação com metas direcionadas à carreira do colaborador, ou seja, seu crescimento dentro da organização como um todo tanto em curto como a médio e longo prazo. 

 

Com o plano de desenvolvimento individual torna-se possível ampliar o potencial e o talento dos colaboradores de forma estratégica, ou seja, alinhada à cultura organizacional. 

 

Por essa razão, o PDI ajuda a maximizar o desempenho, a motivação e o engajamento dos colaboradores, já que há um caminho de crescimento possível, como promoções, mudanças de cargo, implementação de novas projetos, entre outros. 



Para que serve o plano de desenvolvimento individual?

 

Imagine só: o colaborador entra na empresa, é treinado para cargo e já nos primeiros meses possui um mapa no qual são pensados as suas competências e o que é necessário desenvolver nos próximos meses?

 

Parece um sonho? Mas não é. É apenas a implementação de um PDI. 

 

Como dito, o PDI serve como um mapa do colaborador para a organização. Com ele, é possível traçar um plano de ações em conjunto com objetivos similares entre as partes (organização e colaboradores). 

 

Para o colaborador, o PDI é como se fosse uma trilha dentro desse mapa, uma trilha com um roteiro evolutivo da sua carreira.

 

Como é possível presumir, a estratégia de desenvolvimento do PDI é boa para todos, já que faz com os colaboradores sintam-se assistidos pela organização, o que aumenta consideravelmente as chances de retenção de talentos e diminui o turnover. 

 

Veja aqui: A importância de desenvolver o capital humano na sua organização

 

Como fazer um PDI – plano de desenvolvimento individual

 

O PDI é de grande importância para organizações que buscam desenvolver seu capital humano e estar à frente em um mercado extremamente competitivo.

 

Por esse motivo, uma das principais questões que os gestores de RH enfrentam hoje é: como fazer um PDI com qualidade e no tempo necessário?

 

A resposta está no processo: hoje as ferramentas de automação e as plataformas de gestão de pessoas contribuem na realização desse mapeamento tão importante.

 

Essas tecnologias se baseiam em automação, análises e mapeamento de necessidades, fazem do RH um setor estratégico. Já que com os dados em mãos, torna-se possível contribuir nas decisões que orientam tanto os negócios da organização como o resultado eficiente dos colaboradores…

 

O PDI é fruto de ações planejadas e investimento específico em determinados aspectos, como uma plataforma de gestão de pessoas, por exemplo.




Como elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) em 5 passos



Para definir um plano de desenvolvimento individual, é importante considerar alguns aspectos. Separamos para você os 5 passos:



1- Defina quais são seus objetivos

 

Um plano de desenvolvimento individual deve ser baseado nas metas que se deseja alcançar, tanto do colaborador quanto da organização. 

 

Por isso, é muito importante que essas diretrizes estejam definidas de acordo com a cultura organizacional, ou seja, seguindo a missão , os valores e a visão da organização.



2- Entenda qual é o estágio de seus colaboradores

 

O desenvolvimento de um PDI depende do quanto você conhece e se interessa pelo colaborador!

 

Caso a sua empresa ainda não possua diretrizes sobre desenvolvimento de pessoas, o primeiro passo é definir o que se pretende alcançar, ou seja quais são seus objetivos? Essa prática deve estar alinhada ao planejamento estratégico da empresa. O que estamos precisando? 

 

Entender as lacunas de habilidades que a empresa precisa preencher a médio e longo prazo e entender o que cada colaborador deseja para a carreira. 

 

A capacitação e desenvolvimento de pessoas é uma ferramenta valiosa na gestão de pessoas e por esse motivo deve estar atrelada às necessidades da equipe. Quando a direção conhece a real condição de seu quadro de colaboradores, fica mais fácil comandar as ações em direção ao desenvolvimento almejado.

 

Uma ferramenta importante para o PDI é a autoavaliação, essa autoanálise é aconselhável para a percepção comportamental, bem como quais são os resultados de entrega e quais as necessidades de desenvolvimento. .

 

Dessa forma, ele conseguirá visualizar com mais clareza o que precisa melhorar e o que já está bom.




3- Avalie os pontos fortes e pontos fracos: mapeamento das competências

 

Pensar no que desenvolver e como melhorar o desempenho individual do colaborador, é um dos principais objetivos do PDI.

 

Isto ocorre como um mapeamento que deve levar em consideração a projeção que poderá alcançar caso o colaborador se submeta a um programa de desenvolvimento adequado.

 

Por isso, antes de tudo, é preciso identificar, selecionar e esboçar as competências necessárias para se atingir os objetivos.

 

É o momento da reflexão e do direcionamento de ações que serão favoráveis ao alcance do pleno desenvolvimento.

 

Somente ao identificar essas características, o gestor saberá como montar PDI com ações que poderão valorizar ou aprimorar os pontos fortes.



4- Dê o feedback a seus colaboradores: validação de metas e objetivos

 

Um PDI funciona dentro de uma Avaliação de desempenho, portanto, é necessário que durante o processo de sua construção, sejam realizados feedbacks.

 

Os feedbacks funcionam como uma conversa estruturada sobre os objetivos e metas e ajuda no alinhamento entre as necessidades da organização e do colaborador. 

 

O feedback ajuda a desenhar o mapa do PDI, ou seja, contribui para o direcionamento das ações a serem realizadas. 

 

Esse alinhamento é muito importante, já que de nada adianta um PDI realizado sem que ele esteja de acordo com as crenças do colaborador. Por isso, o feedback é essencial já que atesta a disposição em aderir ao PDI proposto pela empresa.



5- A ação

 

Após a realização dos feedbacks, o PDI está pronto para ser estruturado e posto em ação.

 

Isto ocorre de diferentes formas, mas com o objetivo comum de realizar as ações idealizadas nas etapas anteriores. 

 

É o momento de colocar em prática a estratégia acordada. Assim, as habilidades de cada colaborador serão evidenciadas e todos terão a oportunidade de obter crescimento em sua carreira profissional.



Faça todo o PDI em uma plataforma de gestão de pessoas 

 

A Umentor tem a única plataforma que vincula os cursos da Universidade Corporativa com  Avaliação de Desempenho de forma automática. Garantindo a melhoria da performance do colaborador. 

 

Trabalhamos com 3 principais pilares da gestão de pessoas em uma única ferramenta: Universidade Corporativa, Avaliação de Desempenho e Recrutamento e Seleção.

 

O que isso quer dizer?

 

Na Umentor o gestor de RH consegue acompanhar de forma automática o andamento das capacitações e treinamentos dos colaboradores de acordo com seus PDI’s. Além disso, o sistema fornece a criação de indicadores rápidos, como gráficos. 

 

Tudo isso online: 

 

Os principais usos são a criação de conteúdo e o rastreamento do progresso dos alunos. Mas isso é apenas o começo. Existem recursos mais avançados que facilitam os processos de gestão de pessoas.

 

Em plataforma LMS como a da Umentor, por exemplo, você tem acesso:

 

  • Editor integrado: Ele permite que você crie cursos e testes.  Além disso, você pode anexar apresentações e materiais em  PDF. 
  • Gamificação e trilhas de aprendizado: A plataforma permite engajar e motivar os colaboradores em seus treinamentos a partir de metodologias criativas;
  • Gestão de performance: Esse recurso permite identificar e monitorar o desempenho de seus colaboradores. Em um piscar de olhos, você pode ver os resultados gerais e individuais.
  • Compatível com dispositivos móveis. Os participantes podem acessar um LMS em qualquer dispositivo. Único requisito: uma conexão de internet funcional.
  • Marca e estilo personalizados: Você pode customizar seu material de treinamento para refletir sua marca. Crie um portal de educação corporativa online prático e intuitivo com a cara da sua empresa. 
  • Certificação: Você pode emitir certificados aos participantes após a conclusão de um Curso ou Prova. Esses certificados são 100% personalizados.
  • Notificações: Ninguém quer perder um Curso ou Prova importante. As notificações ajudam os alunos a ficar por dentro de tudo.
  • Você sempre terá acesso à versão mais recente do software.

 

Nosso diferencial:

 

  • Avaliação de desempenho: A plataforma LMS da Umentor permite criar indicadores e gráficos de avaliação de desempenho; PDI; Pesquisa de clima; Pesquisa de liderança; Pesquisa pulse; Controle de metas e objetivos; Feedback Estruturado.

 

  • Recrutamento e seleção: A plataforma conta com um Banco de Talentos compartilhado onde todos os candidatos passam por um teste de perfil profissional tornando a busca mais assertiva. Dentre outras funcionalidades, é possível fazer uma Landing page de trabalhe conosco personalizada; Indicadores; Filtros avançados; Geração de currículo automático; Funil de Contratação; Match de candidatos;  Envio automático de feedbacks para os candidatos.

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe!

 

Esse post nos ajudou a entender o que é um PDI e como desenvolvê-lo!

 

Que tal solicitar uma demonstração e fazer parte da Umentor? 

 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Últimas Notícias