Nosso Blog

OKRs: dicas para colocar as metas em prática

Em um cenário cada vez mais competitivo, os empreendedores têm que achar formas de inovar continuamente, planejando e executando estratégias empresariais. Segundo o Sebrae a falta de estratégia e gestão é um dos principais motivos para a falência de PME’s (Pequenas e Médias Empresas). 

 

Em empresas pequenas normalmente a estratégia está na cabeça do dono, e por ter uma pequena equipe, onde a comunicação é de maneira direta, as estratégias são realizadas e as decisões mais claras. Porém, ao passo que essas organizações vão crescendo se torna cada vez mais vital utilizar metodologias e estruturas para toda a empresa ficar alinhada e em busca dos mesmos objetivos.

 

Nesse contexto surgem os OKRs (Objectives and Key Results), criado por Andrew S. Grove, ex-CEO da Intel, o método ganhou fama ao ser implementado no Google quando ainda tinha apenas 40 pessoas em 1999, e suportou o crescimento para mais de 85 mil funcionários atualmente.

 

OKR consiste em um objetivo, que diz para onde ir, e em resultados chave, que são os resultados que você precisa para atingir o objetivo. Esse método ajuda empresas a priorizar, alinhar e medir os esforços, eliminando os ruídos entre estratégia e execução e acelerando o processo de crescimento.

 

O que é um objetivo? (O – objetctive)

O objetivo é a descrição de algo que a empresa deseja conquistar no futuro. Ele seta a direção, como o destino em um mapa. Objetivos devem ser claros e não devem conter métricas, para que todos saibam para onde devem ir.

 

O que é um resultado-chave? (KR – key result)

É um resultado mensurável necessário para atingir um objetivo. Deve conter uma métrica inicial e uma de destino (sucesso). Com eles você pode saber o quão perto está dos objetivos traçados.

 

Lembre-se que o objetivo é qualitativo e os KRs são quantitativos.

 

Benefícios de usar OKR

O principal impacto ao utilizar OKRs é a mudança cultural focada em resultados. A organização cria foco, responsabilidade, transparência e alinhamento. Resultando no aumento do desempenho e engajamento dos funcionários.

 

Por ser uma estrutura simples, você pode implementar em qualquer tamanho de empresa e continuar utilizando mesmo com um grande crescimento.

 

Implementando OKRs

Antes de começar a utilizar é importante você ter clareza dos desafios que pretende resolver e dos benefícios que espera alcançar.

 

OKR é uma estrutura, mas também é um processo de aprendizagem que envolve uma mudança na forma como as pessoas pensam e medem o trabalho que fazem, mudando do foco na produção para o foco no resultado.

 

Existem várias maneiras de usar OKRs, a flexibilidade da estrutura é justamente um dos pontos positivos, use como a sua equipe se adaptar melhor.

 

Você pode começar pequeno e de forma incremental, é indicado iniciar com um pequeno ciclo de 30 a 45 dias, dessa forma você acelera o aprendizado e os feedbacks. Além disso você também cria uma vitória inicial, super importante para despertar o interesse e construir cultura na empresa.

 

É fundamental treinar a equipe, explicando a importância de metas e benefícios de OKR, entendendo o por que a motivação da equipe aumenta, e os resultados virão.

 

Os OKRs normalmente são planejados em dupla cadência. Os anuais de alto nível que serão os da empresa, e os trimestrais, que serão os desdobramentos para os times. 

 

Primeiro defina as OKR para a empresa, as de cadência anual, pense neles como os critérios de sucesso do ano.

 

Feito isso, desdobre agora os para os times, cada time propões OKRs que contribuirão para os OKRs da organização.

 

Confira abaixo um exemplo para te inspirar:

Feito isso, programe quando serão os prazos e como será o acompanhamento. De nada adianta planejar tudo isso e não executar com maestria. Lembre-se sempre de medir os resultados e dar feedbacks ao seu time, é isso que vai fazer a diferença em ter resultados ou não com essa estratégia.

 

Se você já usa a Umentor na sua empresa, você tem na plataforma indicadores de performance da equipe e ferramentas para análise de resultados e metas. Com isso você consegue monitorar o que está funcionando e o que não está, e, de forma muito rápida, alinhar as estratégias. Se você ainda não conhece nossa plataforma clique aqui para saber mais.

 

Curtiu o conteúdo? Acesse nosso blog e descubra nossos materiais gratuitos sobre liderança, gestão, recursos humanos e muito mais.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Últimas Notícias