Nosso Blog

Trabalho multigeracional: benefícios e desafios

O mercado de trabalho, hoje, é composto por diferentes gerações, cada uma com seus hábitos de trabalho, expectativas e estilos de comunicação. Nesse sentido, os líderes e gestores que  implementam estratégias que otimizam a construção de uma força de trabalho multigeracional podem fortalecer seus objetivos e negócios.

 

Pensando nisso, separamos para você quais estratégias sua organização pode usar para colher os benefícios de uma força de trabalho multigeracional!

 

Conforme  pesquisas recentes, o trabalho multigeracional é uma das principais tendências do futuro. Saber trabalhar com multigerações determina um ganho na qualidade das equipes e das entregas, gerando muitos benefícios para a organização. 

 

O que é uma força de trabalho multigeracional?

 

Uma força de trabalho multigeracional é composta por pessoas de diferentes fases da vida. Nos dias de hoje, esse tipo de equipe é cada vez mais comum, já que a expectativa de vida média tem aumentado, e mais pessoas estão optando por continuar no mercado de trabalho.

 

A diversidade de gerações na força de trabalho atual é a maior de todas. Pode parecer que não, mas é comum que as organizações tenham funcionários que representam de quatro a cinco gerações trabalhando lado a lado.

 

Mas quem são essas gerações? Esses grupos são definidos como:

 

  • Geração silenciosa (tradicionalistas) – nascidos em 1928-1945
  • Baby Boomers – nascidos em 1946-1964
  • Geração X – nascido em 1965-1980
  • Geração Y (Millennials) – nascido em 1981-1996
  • Geração Z – nascido em 1997-2012

 

A presença de várias gerações pensando soluções e desenvolvendo projetos expande significativamente a qualidade de talentos disponíveis. Ainda assim, o foco nesse tipo de vantagem não é aproveitado por muitos líderes.

 

Os líderes de RH devem considerar todas as faixas etárias durante o planejamento estratégico da força de trabalho para encontrar as melhores maneiras de atrair, engajar, reter e desenvolver funcionários em várias fases da vida.

 

Veja aqui: Como liderar para diferentes gerações

 

Benefícios de uma força de trabalho multigeracional

 

Incluir uma mescla de faixas etárias em sua equipe agrega valor à organização. Os funcionários mais jovens estão acostumados a desenvolver tecnologia rapidamente e a também se adaptar às mudanças que ela gera. Da mesma forma, colaboradores mais maduros possuem conhecimentos a partir de sua experiência que podem orientar a tomada de decisões. A colaboração da inovação com a sabedoria da experiência traz maior produtividade e melhores resultados. 

 

Vamos nomear esses benefícios? Aqui estão alguns dos principais benefícios de possuir uma força de trabalho multigeracional:

 

Perspectivas múltiplas – Gerações diferentes podem ter maneiras distintas de ver as responsabilidades do trabalho. O compartilhamento de perspectivas dentro e entre as equipes traz uma ampla gama de conhecimentos e habilidades para apoiar a inovação.

 

Habilidades de resolução de problemas – Combinar múltiplas perspectivas e diversas habilidades leva a soluções criativas. A experiência de vida influencia a maneira como nos relacionamos e interagimos uns com os outros para enfrentar os desafios e conflitos. Como resultado, as equipes com diversidade de gerações podem oferecer uma variedade de maneiras de resolver os mesmos problemas.

 

Oportunidades de aprendizagem/mentoria – quanto mais diversificada for uma equipe, mais maneiras as pessoas terão de interagir e aprender com as percepções umas das outras. Isso inclui oportunidades de mentorias. Aqueles com mais anos de experiência podem aconselhar os mais jovens sobre o desenvolvimento de carreira. Além do mais, a tendência recente de mentoreamento reverso entre gerações permite que funcionários mais jovens ajudem os mais maduros com as tendências e tecnologias atuais.

 

Transferência e retenção de conhecimento – A consciência e os pontos fortes que cada geração oferece melhor preparo para atender às necessidades de lideranças. O conhecimento tácito permanece dentro da empresa em um hall de talentos interno. O foco está mais na promoção interna e menos no recrutamento externo.

 

Relacionamentos únicos – relacionamentos significativos com colegas de trabalho podem ajudar a atender às necessidades emocionais das equipes e contribuir para a satisfação no trabalho. Uma variedade de grupos de idade dentro da organização reflete uma estrutura familiar para oferecer oportunidades de conexões pessoais com pessoas de fora de sua própria geração.

 

Liderança e trabalho multigeracional

 

O RH é um setor estratégico e fundamental para garantir que a empresa preencha a lacuna geracional e tenha equipes eficientes e coesas entre si. 

 

Mas como superar os desafios da força de trabalho multigeracional para colher os seus benefícios?

 

Aqui estão 5 práticas de gestão para liderar uma força de trabalho multigeracional:

 

  1. Trabalhe em sua Proposta de Valor do Funcionário (EVP)

 

Seu EVP atrai diferentes gerações?  A proposta de valor do funcionário é um conceito semelhante ao Employer Branding, pois é uma das maneiras pelas quais as empresas atraem as habilidades e os funcionários que desejam. É como eles divulgam sua empresa para potenciais talentos e também como os mantêm em um mercado de trabalho competitivo.

Um bom EVP pode manter os funcionários de todas as idades satisfeitos em seu trabalho. O segredo é oferecer um ambiente de trabalho com uma variedade de vantagens para satisfazer uma variedade de pessoas.

Políticas e programas de bem-estar, equilíbrio trabalho/ vida pessoal e folga remunerada são atraentes para todas as gerações. 

No entanto, fornecer desenvolvimento profissional, progressão na carreira, oportunidades de educação corporativa, programas de investimento, construção de PDI e feedbacks assertivos podem direcionar outros desejos, mais ligados ao desenvolvimento humano, o que gera boas respostas em diferentes idades.

 

  1. Ajuste seu processo de contratação inclusivo

 

Da criação da vaga à oferta, você deve se esforçar para eliminar o preconceito de idade ao recrutar. Comece treinando o RH e, em seguida, expanda seus canais de recrutamento para usar o máximo possível. 

O texto dos anúncios de emprego pode desencorajar a diversidade de idades. Verifique se eles são inclusivos. Use uma linguagem neutra e evite termos ou frases que se destinem a uma geração específica. Você também deve incluir imagens e vídeos em seu site de carreiras que mostrem pessoas de diversas faixas etárias.

Datas, nomes e outros detalhes do currículo podem inferir informações demográficas. Por isso, recomenda-se nos dias de hoje implementar uma plataforma de gestão de pessoas que disponibiliza a criação de um funil de contratação e além de uma triagem, sem preconceitos para evitar essas lacunas. Possuir uma equipe de recrutadores mais jovens e mais velhos para filtrar os candidatos e realizar entrevistas também pode ajudar a nivelar o campo.

 

Veja aqui:Software de recrutamento e seleção: quais as vantagens para a empresa

 

  1. Atenda a diferentes estilos de comunicação

 

Harmonia e produtividade dependem de uma comunicação eficaz. O objetivo é garantir que as mesmas informações sejam acessíveis a todos.

As lacunas de idioma sempre existiram entre as gerações, mas os trabalhadores mais jovens costumam assimilar as normas de comunicação de seus empregadores. Agora que a comunicação digital está mudando a cultura tão rapidamente, as gerações mais jovens têm muito mais influência. 

A comunicação no local de trabalho tem mais a ver com encontros intermediários para alcançar um terreno comum e misturar estilos variados.

 

  1. Esclareça e reitere as expectativas

 

Um propósito comum une as pessoas e minimiza suas diferenças. Independentemente da idade, os funcionários desejam ter clareza sobre os objetivos, a cultura da organização e a função específica que devem desempenhar nesses empreendimentos.

As observações construtivas dos líderes ajudam os trabalhadores a serem responsáveis e a aprimorar suas habilidades. Esse tipo de direção garante que os colaboradores tenham a confiança de saber para onde estão indo.

 

  1. Colete feedback

Nem todo mundo se sente confortável com a cultura do feedback, então você precisa de meios para encorajar um feedback assertivo que revele as fortalezas e fraquezas de sua força de trabalho multigeracional. 

Você deve oferecer essas oportunidades por meio de pesquisas, avaliações de desempenho e individuais ou outros métodos criativos.

Ao aprender como as pessoas se sentem engajadas e como estão se saindo, você pode descobrir o que precisa melhorar para gerenciar melhor uma força de trabalho multigeracional.

 

E o resultado de tudo isso?

 

Descobrir como gerenciar uma força de trabalho multigeracional certamente tem seus desafios, mas também é gratificante para sua organização. Aproveitar as diferenças relacionadas à idade fornece um canal de talentos sólido para apoiar a sustentabilidade dos negócios.

A chave é comunicar-se de forma aberta, honesta e transparente para construir uma atmosfera onde as pessoas se sintam incluídas e respeitadas. Isso proporciona uma experiência positiva ao funcionário e permite que os indivíduos atendam às suas necessidades e potencial profissional.

 

Celebrando pontos fortes

 

No total, cada geração tem preferências, qualidades e comportamentos diferentes: os trabalhadores da Geração Z são os que mais valorizam as oportunidades de treinamento; os millennials são os mais propensos a ter habilidades de análise de dados; e os funcionários da Geração X tendem a permanecer mais tempo nas empresas do que os membros de qualquer outra geração.

 

Os números abaixo mostram a permanência média dos funcionários por geração, de acordo com os dados agregados do LinkedIn. A Geração Z não está incluída, devido ao histórico limitado dos membros na força de trabalho.

 

Tempo médio de trabalho do funcionário

Millenials 34% mais curto que a média

Geração X 22% a mais que a média

Baby Boomers 18% a mais que a média

 

Fonte: Relatório de Tendências de Talentos Globais do LinkedIn, 2020

 

Reconheça a todos como indivíduos

 

É fundamental lembrar que essas diferenças existem apenas no agregado. Cada funcionário é um indivíduo com seus próprios desejos, habilidades e estilos de trabalho. E embora cada faixa etária possa ter suas próprias características, há muito mais coisas que todas as gerações têm em comum.

 

“As organizações que dedicam tempo para romper estereótipos e mitos podem criar uma confiança tremenda, trabalho em equipe, comunicação e abertura que revelam o potencial de cada geração”.

Jason Dorsey

Especialista geracional e autor

  

Cultive um ambiente de trabalho inclusivo

 

  • ✓ Vá além dos estereótipos baseados na idade para atender a todos os funcionários;
  • ✓ Promova interações informais entre gerações;
  • ✓ Criar segurança para todos os trabalhadores compartilharem seus conhecimentos.

 

Gostou desse conteúdo? Esta é um pesquisa importante para compreendermos as tendências do RH no Brasil e no mundo!

 

Que tal solicitar uma demonstração e fazer parte da Umentor na transformação do seu RH?

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Últimas Notícias